Regras para andar de mota em segurança

17/05/2019
  1. Conheça os perigos
    Evite ficar com a sua mota entre dois veículos. Procure evitar a condução junto a
    veículos longos e/ou pesados, pois o ângulo de visão dos seus condutores é mais
    restrito.
  2. Identifique as armadilhas das estradas
    Evite as estradas que têm carris, piso molhado, especialmente se a condução for feita
    em estradas de empedrado, areia solta, buracos no pavimento e óleo na estrada. Ao
    conduzir na cidade redobre a sua atenção.
  3. Conduza sempre equipado
    Proteja sempre, até no verão, a cabeça, olhos, mãos, pés, tornozelos, joelhos e
    cotovelos.
  4. Conduza com as luzes ligadas
    Em Portugal é obrigatório os motociclos e ciclomotores ligarem as luzes no exercício
    da condução. Ver e ser visto é uma forma de evitar os acidentes.
  5. Conduza de forma defensiva
    Ao conduzir, principalmente no trânsito urbano, pense no que vai fazer e anteveja o
    que os outros condutores farão. Em caso de acidente, mesmo que não seja culpado, as
    consequências físicas do embate, da queda ou da projeção, são por norma
    catastróficas.
  6. Esteja permanentemente concentrado nas manobras
    Esqueça a pressa, o álcool, o cansaço e o nervosismo. Se o dia correu mal opte por ir
    de transportes públicos para casa ou para o trabalho. Mesmo que seja um motociclista
    experiente, nunca facilite.
  7.  Olhe sempre em frente
    Esqueça as publicidades, deixe o telemóvel vibrar, não olhe para os peões nas
    passadeiras quando o sinal está verde para si, o seu objetivo está à frente da mota. Ao
    olhar em frente, prepara-se a todo o momento para a sua viagem.
  8. Evite conduzir à noite
    Sobretudo se for fazer uma viagem longa para fora das cidades ou em zonas urbanas
    com fraca iluminação pública.
  9. Evite os assaltos
    Se conduzir sozinho, durante a madrugada, na cidade, evite os itinerários mais
    vulneráveis face à proximidade de zonas urbanas sensíveis. É preferível optar por um
    percurso alternativo e seguro do que “ganhar” tempo por estradas secundárias.
    Quando estacionar a mota, faça-o em zonas visíveis se possível complementando com
    cadeados de alta segurança e um alarme.
  10. Seja positivo e tenha espírito cívico
    Quando estiver a conduzir no trânsito, não descure as regras de segurança. Nas filas de
    trânsito, nas ultrapassagens, nas cedências de passagem, não se esqueça de
    agradecer.

Fonte: PSP